A Paróquia

Paróquia de Santo Antônio


Em 1954, no recém povoado que se formava em torno da rodovia BR-153, foi rezada a primeira missa por Dom Alano Maria Du Noday

A Matriz de Santo Antônio foi criada em 13 de maio de 1960, por Dom Alano e confiada aos cuidados do Monsenhor Geraldo Torres(In Memoriam), que durante muitos anos foi pároco da comunidade. A paróquia conta com mais de meio século de existência tendo como padroeiro “Santo Antônio de Pádua”, que também é padroeiro da cidade de Gurupi -TO, onde está localizada.


  • Pároco: Pe. Eldinei da Silva Carneiro Neto
  • Vigário: Pe. Vilmário Soares Lustrosa
  • Viágio: Pe. Sebastião Pereira Brito

Santo Antonio ou Fernando Antônio de Bulhões, seu nome de nascença, nasceu em Lisboa, Portugal, em 15 de agosto do ano de 1195. é Nosso Padroeiro!

Aos 19 anos entrou para o Mosteiro de São Vicente dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho, contra a vontade de seu pai. Morou lá por 2 anos. Com uma grande biblioteca em mãos, Antônio avança na sua história pelo estudo e pela oração. É transferido para Coimbra, que é um importante centro de estudos de Portugal, ficando lá por 10 anos. Em Coimbra ele foi ordenado sacerdote. Logo se viu o dom da palavra que transbordava do jovem padre agostiniano. Ele tinha conhecimento e grande poder de pregação. Santo Antônio morreu em Pádua, na Itália, em 13 de junho de 1231, com 36 anos. Sua canonização foi realizada pelo Papa Gregório IX, na catedral de Espoleto, em 30 de maio de 1232, sendo o processo mais rápido da história da Igreja. Em 1934 foi declarado Padroeiro de Portugal. Em 1946 foi proclamado Doutor da Igreja pelo Papa Pio XII.